Mostrando postagens com marcador Ditados populares. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Ditados populares. Mostrar todas as postagens

terça-feira, 11 de agosto de 2020

Atividade sobre "Desafio dos provérbios e ditados populares"


01) Quantos ditados populares / provérbios você conseguiu encontrar na imagem acima?

02) Liste-os, todos, organizadamente:

03) Qual foi o mais fácil de encontrar? Por quê?

04) Qual foi o mais difícil de localizar na imagem? Justifique sua resposta:

05) Escolha três deles para você explicar:

06) Selecione um deles para você produzir um texto que o traga como moral:

07) Seguindo o esquema da atividade, tente desenhar dois que ficaram de fora:

sábado, 9 de maio de 2020

Atividade sobre a música "Como Vovó dizia", de Raul Seixas


Como Vovó dizia 

Como vovó dizia:
"Quem não tem colírio
Usa óculos escuro"
(Mas não é bem verdade)
Quem não tem colírio
Usa óculos escuro
Hum!

Quem não tem colírio 
Usa óculos escuro
Minha vó já me dizia
Pra eu sair sem me molhar
 Quem não tem colírio
Usa óculos escuro
Mas a chuva é minha amiga
E eu não vou me resfriar

Quem não tem colírio
Usa óculos escuro
A serpente está na terra
O programa está no ar
Quem não tem colírio
Usa óculos escuro
A formiga só trabalha
Porque não sabe cantar

Quem não tem colírio
Usa óculos escuro
Quem não tem filé
Come pão e osso duro
Quem não tem visão
Bate a cara contra o muro

Quem não tem colírio
Usa óculos escuro
É tanta coisa no menu
Que eu não sei o que comer
Quem não tem colírio
Usa óculos escuro
José Newton já dizia:
"Se subiu tem que descer"

Quem não tem colírio
Usa óculos escuro
Só com a praia bem deserta
É que o sol pode nascer
Quem não tem colírio 
Usa óculos escuro
A banana é vitamina
Que engorda e faz crescer

Quem não tem colírio
Usa óculos escuro
Quem não tem filé... 

(Raul Seixas)

01) Justifique o titulo da música em questão:

02) O que significa o ditado "Quem não tem colírio usa óculos escuro"? 

03) Que desvio gramatical aparece em tal ditado? Explique seu raciocínio: 

04) Posicione-se sobre a passagem que se encontra em negrito na terceira estrofe, argumentando bem:

05) Que palavra encontra-se em itálico na música? Por quê? Que outra palavra poderia substituí-la?  

06) Justifique as aspas utilizadas na canção:

07) Copie do texto outros ditados populares, explicando-os, respectivamente: 

08) Que mensagem a canção transmite? Comente: 

09) Transcreva da música um par de antítese, explicando: 

10) Entreviste algumas pessoas mais antigas e pergunte que ditados presentes na música elas costumavam usar: 

(Música indicada pela colega de curso: Luíza Gonçalves de Oliveira)

terça-feira, 20 de setembro de 2016

Resultado da Produção Textual dos meus alunos


Um texto bem divertido e criativo criado por dois alunos meus, do Sodré, com alguns ajustes, utilizando os ditados populares, que foi uma proposta de atividade já compartilhada aqui, para trabalhar, dentre outras coisas, COESÃO e COERÊNCIA! Espero que gostem! 

A "brodheragem"

Gabriel foi a uma festa e lá se sentiu "um peixe fora d´água", aí "chutou o balde" e foi embora para casa. Lá chegando, descobriu que um amigo tinha "batido as botas", então ele colocou "as cartas na mesa" e disse que era um "testa de ferro" de um político bastante conhecido. "Acertou na mosca", mas "ficou com o pé atrás", pois suas ideias também "não tinham pé nem cabeça". 

Pra completar, ligaram do hospital onde o seu pai estava internado, e ele pensou que fosse para ele "descascar um abacaxi", mas chegando lá descobriu que o pai tinha "batido as botas" também, depois de ele ter "colocado as barbas de molho" e não adiantava mais "chorar pelo leite derramado". "Engoliu sapo" e foi "procurar pêlo em ovo", porque sentiu "ter pisado na bola", com uma tremenda "pedra no sapato", com vontade de "pendurar as chuteiras" da vida. 

Agora, já que "meteu os pés pelas mãos", parou de "andar na linha", de "tomar chá de cadeira", e, como estava "com a faca e o queijo na mão", foi lavar a mão de um amigo, "soltaram a franga", afinal, "uma mão lava a outra"! Só que ele ficou "marcando touca", "com a corda no pescoço", já que acabou "segurando vela" pro tal amigo. Fez "tempestade em copo d´água", bancou o "João sem braço" e foi "tirar água do joelho", o que foi "uma mão na roda", já que deu tempo de o amigo se livrar da menina, "quebrando o galho" dele. 

Depois de "encherem linguíça", jogando conversa fora, acabaram "entrando pelo cano", pois a consciência pesou por terem "enfiado o pé na jaca". Gabriel ficou cheio de "minhocas na cabeça", mas seu amigo continuou "pintando o sete", já que é um "mala sem alça" e ele, consciente, que acabou "pagando o pato", se sentindo "pisando em ovos" e viu, finalmente, que estava "trocando as bolas", pois tudo isso não passou de um sonho! Acordou! 

(Autores: Iury Silva e Everton Oliveira - Turma 3006)

sexta-feira, 9 de setembro de 2016

Atividade com 44 Expressões Populares em Imagens

Você consegue descobrir cada uma das expressões populares?!?

A proposta é você reconhecer cada uma das expressões populares, dizer o que significa e tentar criar uma frase empregando cada uma! Em seguida, deverá criar um texto envolvendo TODAS elas! Mãos à obra!

Vale lembrar que ainda dá para fazer uma outra proposta: pedir aos alunos para que pesquisem outras expressões populares que ficaram de fora desta listinha e tentarem transformá-las em imagens também! Podem sair coisas beeeeeeeem legais!!! 

Expressão 01:


Expressão 02:


Expressão 03: 


Expressão 04: 


Expressão 05: 


Expressão 06: 


Expressão 07:


Expressão 08: 

Expressão 09:


Expressão 10: 


Expressão 11: 


Expressão 12: 


Expressão 13: 


Expressão 14: 


Expressão 15: 


Expressão 16:


Expressão 17:


Expressão 18:


Expressão 19:


Expressão 20:


Expressão 21: 


Expressão 22: 


Expressão 23:


Expressão 24: 


Expressão 25: 


Expressão 26:


Expressão 27:


Expressão 28: 


Expressão 29:


Expressão 30: 


Expressão 31: 


Expressão 32:


Expressão 33: 


Expressão 34: 


Expressão 35: 


Expressão 36:


Expressão 37:


Expressão 38: 


Expressão 39: 


Expressão 40: 


Expressão 41:


Expressão 42: 


Expressão 43: 


Expressão 44:


domingo, 8 de maio de 2016

Atividade "Ilustrando os ditados populares"

Gosto muito de trabalhar com os DITADOS POPULARES com os meus alunos, sejam eles do Fundamental ou do Ensino Médio, já que o assunto sempre agrada e rende um "bom caldo"!!! Para minha surpresa, muitos eles nem nunca ouviram falar, e acho que também tem muito a ver com regionalismo, não?!?

Selecionei alguns e levei para a sala de aula. Fiz sorteio e eles tinham que explicar o ditado que caiu para a dupla, e depois dar um jeito de ilustrá-lo, de forma mais criativa possível. Foi uma experiência bem legal e divertida! Experimente você também e depois me conte tudinho! Vou amar saber! 


à A PRESSA É A INIMIGA DA PERFEIÇÃO;

à A UNIÃO FAZ A FORÇA;

à ÁGUA MOLE EM PEDRA DURA, TANTO BATE ATÉ QUE FURA;

à ANTES SÓ DO QUE MAL ACOMPANHADO;

à AS APARÊNCIAS ENGANAM;

à AZAR NO JOGO, SORTE NO AMOR;

à CÃO QUE LADRA, NÃO MORDE;

à CORAÇÃO DOS OUTROS É TERRA QUE NINGUÉM PISA;

à DE BOAS INTENÇÕES O INFERNO ESTÁ CHEIO;

à DE GRÃO EM GRÃO, A GALINHA ENCHE O PAPO;

à DEPOIS DA TEMPESTADE, VEM A BONANÇA;

à DEUS DÁ O FRIO CONFORME O COBERTOR;

à É IMPOSSÍVEL AGRADAR A GREGOS E TROIANOS;

à EM BOCA FECHADA NÃO  ENTRA MOSCA;

à EM BRIGA DE MARIDO E MULHER NINGUÉM METE A COLHER;

à EM CASA DE FERREIRO, O ESPETO É DE PAU;

à EM TERRA DE CEGO QUEM TEM OLHO É REI;

à FAÇA O BEM, NÃO OLHE A QUEM;

à FILHO DE PEIXE, PEIXINHO É;

à GALINHA VELHA É QUE DÁ BOM CALDO;

à GATO ESCALDADO TEM MEDO DE ÁGUA FRIA;

à HÁ MALES QUE VÊM PARA O BEM;

à LADRÃO QUE ROUBA LADRÃO TEM CEM ANOS DE PERDÃO;

à MAIS VALE UM PÁSSARO NA MÃO DO QUE DOIS VOANDO;

à DIGA-ME COM QUEM ANDAS QUE EU TE DIREI QUEM ÉS;

à NÃO ADIANTA CHORAR SOBRE O LEITE DERRAMADO;

à NÃO ADIANTA JOGAR PÉROLAS AOS PORCOS;

à NÃO CUTUQUE A ONÇA COM VARA CURTA;

à NÃO DEIXE PARA AMANHÃ AQUILO QUE SE PODE FAZER HOJE;

à NÃO HÁ PIOR CEGO DO QUE AQUELE QUE NÃO QUER VER;

à NÃO LEVE GATO POR LEBRE;

à NEM TUDO O QUE RELUZ É OURO;

à O HÁBITO NÃO FAZ O MONGE;

à O PEIXE MORRE PELA BOCA;

à O QUE OS OLHOS NÃO VÊEM O CORAÇÃO NÃO SENTE;

à OLHO POR OLHO, DENTE POR DENTE;

à ONDE HÁ FUMAÇA HÁ FOGO;

à OS OPOSTOS SE ATRAEM;

à OS ÚLTIMOS SERÃO OS PRIMEIROS;

à PAGA O JUSTO PELO PECADOR;

à PANELA VELHA É QUE FAZ COMIDA BOA;

à PARA BOM ENTENDEDOR MEIA PALAVRA BASTA;

à PASSARINHO QUE ANDA COM MORCEGO ACABA DORMINDO DE PONTA  CABEÇA;

à PAU QUE NASCE TORTO, MORRE TORTO;

à PEDRA QUE ROLA NÃO CRIA LIMO;

à PIMENTA NOS OLHOS DOS OUTROS É REFRESCO;

à QUANDO A ESMOLA É GRANDE, O SANTO DESCONFIA;

à QUANDO O GATO SAI, OS RATOS FAZEM A FESTA;

à QUANDO UM NÃO QUER, DOIS NÃO BRIGAM;

à QUEM AMA O FEIO, BONITO LHE PARECE;

à QUEM AVISA AMIGO É;

à QUEM BRINCA COM FOGO ACABA QUEIMADO;

à QUEM CANTA OS MALES ESPANTA;

à QUEM COM PORCOS SE MISTURA, FARELOS COME;

à QUEM DESDENHA QUER COMPRAR;

à QUEM DIZ O QUE QUER, OUVE O QUE NÃO QUER;

à QUEM ENTRA NA CHUVA É PARA SE MOLHAR;

à QUEM ESPERA SEMPRE ALCANÇA;

à QUEM JÁ FOI REI NÃO PERDE A MAJESTADE;

à QUEM NÃO ARRISCA, NÃO PESTISCA;

à QUEM NÃO CHORA NÃO MAMA;

à QUEM NÃO TEM CÃO, CAÇA COM GATO;

à QUEM NUNCA COMEU MELADO QUANDO COME SE LAMBUZA;

à QUEM RI POR ÚLTIMO RI MELHOR;

à QUEM SEMEIA VENTOS, COLHE TEMPESTADES;

à QUEM VÊ CARA NÃO VÊ CORAÇÃO;

à ROUPA SUJA SE LAVA EM CASA;

à SANTO DE CASA NÃO FAZ MILAGRE;

à TAMANHO NÃO É DOCUMENTO;

à UM DIA DA CAÇA, OUTRO DO CAÇADOR;

à UMA ANDORINHA SÓ NÃO FAZ VERÃO;

à UMA MÃO LAVA A OUTRA;

 à VÃO-SE OS DEDOS, MAS FICAM OS DEDOS;

à QUEM TEM BOA VAI A ROMA;

à A GALINHA DO VIZINHO É SEMPRE MAIS GORDA;

à AMIGOS, AMIGOS, NEGÓCIOS À PARTE;

à A SITUAÇÃO FAZ O LADRÃO;

à BELEZA NÃO PÕE MESA;

à ÁGUAS PASSADAS NÃO MOVEM MOINHO;

à PAPAGAIO COME MILHO E PIRIQUITO LEVA FAMA;

à QUEM PROCURA, ACHA;

à EM TERRA DE CEGO QUEM TEM OLHO É REI;

à DEUS ESCREVE CERTO POR LINHAS TORTAS;

à APRESSADO COME CRU;

à QUANDO UM BURRO FALA, O OUTRO ABAIXA AS ORELHAS;

 à NÃO COLOQUE A CARROÇA NA FRENTE DOS BOIS;

à É DANDO QUE SE RECEBE;

à DEVAGAR SE VAI AO LONGE;

à QUEM TUDO QUER, NADA TEM;

à QUEM COM FERRO FERE, COM FERRO SERÁ FERIDO;

à QUEM FALA DEMAIS, DÁ BOM DIA A CAVALO;

à CADA MACACO NO SEU GALHO;

terça-feira, 8 de julho de 2014

Atividade "Brincando com os provérbios"

Brincando com os provérbios 

Você deverá descobrir de que provérbio original cada um desses abaixo veio: 

01) Os últimos serão... desclassificados! 
02) Quando um não quer... o outro vira de lado. 
03) Quem casa... se estrepa. 
04) Quem cedo madruga.. fica com sono o dia todo. 
05) Quem com ferro fere... não sabe como dói! 
06) Quem dá aos pobres... adeus! 
07) Quem espera... tem que ter paciência! 
08) Quem não arrisca... é porque não tem caneta! 
09) Quem ama o feio... cego é! 
10) Quem dá aos pobres... ainda tem que pagar motel. 
11) Quem não deve... não deve. 
12) Quem não tem cão... não caça! 
13) Quem ri por último... já riu! 
14) Quem ri por último... é retardado! 
15) Quem semeia vento... fica despenteado.
16) Quem tem boca... vai ao dentista.
17) Quem vê cara.. não vê o resto.
18) Águas passadas... já passaram. 
19) Se Maomé não vai à montanha... é porque vai à praia! 
20) Quem tudo quer... tudo tem! 
21) Alegria de pobre... é impossível.
22) Antes tarde do que.... mais tarde ainda! 
23) Cada macaco... com a sua macaca. 
24) De grão em grão... a galinha enche o saco.
25) Depois da tempestade... vem a gripe. 
26) Em casa de ferreiro... só tem ferro de passar. 
27) Devagar... nunca se chega a lugar nenhum. 
28) Em terra de cego... oculista passa fome. 
29) Filho de peixe... faz bolhinhas na água. 
30) O pior cego é aquele... que anda sem bengala. 
31) É dando que se... engravida. 
32) Há males que vêm... para desgraçar logo a vida. 
33) A fé remove montanhas... mas prefiro dinamite. 
34) Mais vale um pássaro na mão... a um cagando na nossa cabeça. 
35) Quem casa... se arrepende. 

Você pode, ainda, separar as duas partes dos provérbios acima e embaralhar. Cada um deverá procurar a outra parte... antes de fazer a primeira tarefa sugerida! O que acham? 

quarta-feira, 26 de outubro de 2011

Atividade sobre "Ditados populares modernizados"

Ditados populares modernizados

01. A pressa é inimiga da conexão.
02. Amigos, amigos, senhas à parte.
03. A arquivo dado não se olha o formato.
04. Diga-me que chat frequentas e te direi quem és.
05. Para bom provedor uma senha basta.
06. Não adianta chorar sobre arquivo deletado.
07. Em briga de namorados virtuais não se mete o mouse.
08. Hacker que ladra não morde.
09. Mais vale um arquivo no HD do que dois baixando.
10. Mouse sujo se limpa em casa.
11. Melhor prevenir do que formatar.
12. Quando um não quer, dois não teclam.
13. Quem clica seus males multiplica.
14. Quem com vírus infecta, com vírus será infectado.
15. Quem envia o que quer, recebe o que não quer.
16. Quem não tem banda larga, caça com discada.
17. Quem semeia e-mails, colhe spans.
18. Quem tem dedo vai a Roma.com.
19. Vão-se os arquivos, ficam os backups.
20. Diga-me que computador tens e direi quem és. 

(Autor Desconhecido)

01) Sua tarefa é descobrir de qual ditado popular cada frase acima se originou! 

02) Explique, oralmente, o que você entendeu de cada ditado popular:

03) Aproveite agora e escolha cinco deles para você ilustrar! 

sexta-feira, 15 de julho de 2011

Atividade com tirinha da Mafalda - Deus ajuda a quem cedo madruga


01) Explique o famoso ditado popular presente na tirinha da Mafalda, aproveitando para dizer se você concorda ou não com ele (justifique sua resposta):

02) Altere o ditado "Deus ajuda quem cedo madruga" do quadrinho e crie uma nova sequência narrativa, mantendo a mesma personagem:

03) O que provavelmente a atitude de Mafalda de desligar o despertador do pai acarretará?

04) A sua tarefa agora é criar mais uns quatro quadrinhos, tentando resumir o início do provável dia do pai da Mafalda:

05) Crie outros provérbios com o mesmo sentido do exposto no 1º quadrinho e crie apenas um para parodiá-lo:

06) Classifique os verbos que aparecem nos quadrinhos:

07) Identifique nos quadrinhos um advérbio e classifique-o:

08) Substitua os verbos ajuda e madruga por outros com significados semelhantes:

09) Qual o objetivo de Mafalda ao desligar o despertador? O que ela poderia ter feito para obter êxito?

10) O vocábulo DEUS trata-se de um substantivo concreto ou abstrato? Justifique sua resposta: