sábado, 28 de julho de 2018

Atividade com a música "Singular", de AnaVitória


Singular

É tão singular o jeito que me observa acordar
E o meu cabelo não parece te assustar
Você incrivelmente não se importa
Se eu te chutar a noite inteira
É singular
Tua vergonha e tua forma de pensar
O teu abraço que me enlaça devagar
Enfeita todos os meus dias e horas

É tão particular o meu encontro quando é com você
O meu sorriso quando tem o seu pra acompanhar
As minhas histórias quando você para pra escutar
A minha vida quando tem alguém pra chamar
De VIDA...

É tão singular
A habilidade que eu tenho em contar
Um arsenal de clichês pra te encantar
Na intenção de te fazer não esquecer
Que eu nunca vou parar de te chutar
A noite inteira mesmo se você brigar
Eu te enlaço e não me permito soltar
Pro nosso nós não deixar de ser assim
Tão singular...

(AnaVitória)


01) Justifique o título da música:

02) Podemos afirmar que tal canção possui traços românticos? Se sim, quais?

03) Cite duas características que diferem o destinatário das outras pessoas:

04) O que seria chamar a pessoa de VIDA? O que isso lhe transmite?

05) Transcreva da música exemplos de oralidade:

06) Explique a importância do pronome NÓS presente no final da canção para o contexto da música:

07) Que mensagem a canção lhe transmitiu?

08) Diga a que classe gramatical pertence cada palavra destacada no texto:

quinta-feira, 26 de julho de 2018

Atividade sobre o artigo de opinião "Doutor Bumbum é o brasileiro típico", de Lemuel Araújo


Doutor Bumbum é o brasileiro típico

Antes de mais nada: não estou defendendo esse médico, mas vamos analisar os fatos e o que eles nos apresentam. Nós reclamamos de políticos corruptos, porém eles nascem dentro da nossa sociedade. Quando falamos nas vítimas do Bumbum, não estamos falando de pessoas humildes, sem recursos, morrendo por descaso na fila do SUS, tentando uma cirurgia do câncer. Estamos falando de pessoas com salário e estudo, bancários, dentistas, modelos, que estão fazendo cirurgias estéticas por questões pessoais, o que nada tem de errado. Porém, vejamos a mente do brasileiro como funciona:

EU QUERO uma cirurgia estética, que todo mundo minimamente alfabetizado sabe que tem um risco e deve ser feita em lugar adequado, por profissional habilitado, com equipe de apoio e suporte técnico, ainda mais quem tem R$ 20.000,00 pra pagar! Então o que leva uma pessoa esclarecida a aceitar pagar pra ser operada em um apartamento qualquer ou na própria casa?!? Simples, é o famoso "jeitinho brasileiro" de levar alguma vantagem, de gastar muito menos por uma coisa que sabe que tem um preço correto, quando está sendo feita de forma adequada, no lugar certo. 

Quando uma pessoa está gastando valores do tipo R$ 20.000,00 por coisas que sabe que deveriam ser muito mais e em condições muito diferentes, ela não é mais, ao meu ver, apenas uma vítima inocente, mas uma cúmplice de seu próprio destino, pois, assim como o motorista sabe que não pode beber e dirigir bêbada, ela está assumindo o risco. Mas, infelizmente, muitas vezes o risco assumido se realiza e a pessoa sofre as consequências, nesse caso uma delas foi a morte. 

Lembremos que, no ocorrido, tanto o Doutor Bumbum quanto suas clientes devem ser responsabilizados na forma da lei. Assim, como só existe o traficante porque tem o usuário, só existem clínicas e cirurgias clandestinas porque existe quem quer pagar por elas. 

(Lemuel Araújo - 22/07/18)

01) Por que o autor resolve adiantar o seu posicionamento sobre a postura do médico em questão? 

02) Posicione-se sobre essa afirmação presente no texto: "Nós reclamamos de políticos corruptos, porém eles nascem dentro da nossa sociedade", explicando seu raciocínio: 

03) Observe que há uma oposição entre dois grupos de pessoas citados pelo autor no primeiro parágrafo. O que mudaria, afinal, se fosse um grupo em vez do outro? Explique:

04) O autor do texto é contra cirurgias estéticas? Justifique sua resposta, acrescentando uma passagem do próprio texto para reforçá-la: 

05) Por que a passagem "EU QUERO" encontra-se em destaque no texto? O que isso revela? Comente: 

06) Concorda com a resposta que o autor deu à própria pergunta feita no texto? E que resposta VOCÊ daria a ela? 

07) Por que o autor escolheu utilizar duas vezes o valor da cirurgia no texto? 

08) Explique a passagem "ao meu ver" utilizada no penúltimo parágrafo do texto e sua importância: 

09) Posicione-se sobre a passagem destacada no mesmo parágrafo citado acima, justificando seu ponto de vista: 

10) Dê a sua opinião sobre as comparações utilizadas no texto, explicando da melhor forma possível:  

11) Que mensagem o texto lhe transmitiu? 

12) Podemos afirmar que o texto é um artigo de opinião? Por quê? 

13) Avalie o uso de conexões e "costuras" utilizadas no texto, explicando bem se foram bem empregadas e se foram variadas: 

14) Você concorda com o título dado ao texto? Ele foi bem empregado? Que outro título você daria?

15) Que tema de redação você extrairia do texto lido? Sobre o que você escreveria?

16) Vale lembrar que uma charge também traz embutida uma opinião de quem a criou. Qual seria a da seguinte? O que você pensa a respeito disso? Comente:



(Participação super especial da minha amiga Aparecida Ferreira de Carvalho)

terça-feira, 17 de julho de 2018

Atividade sobre o poema "Cárcere das almas", de Cruz e Sousa


Cárcere das almas

Ah! Toda a alma num cárcere anda presa, 
Soluçando nas trevas, entre as grades
Do calabouço olhando imensidades,
Mares, estrelas, tardes, natureza.

Tudo se veste de uma igual grandeza
Quando a alma entre grilhões as liberdades
Sonha e, sonhando, as imortalidades
Rasga no etéreo o Espaço da Pureza.

Ó almas presas, mudas e fechadas
Nas prisões colossais e abandonadas,
Da Dor no calabouço, atroz, funéreo! 

Nesses silêncios solitários, graves,
Que chaveiro do Céu possui as chaves
Para abrir-vos as portas do Mistério?!

(Cruz e Sousa)

01) Justifique o título do poema:

02) Explique por que o texto é um soneto:

03) Encontre no poema uma interjeição e diga que sentimento ou emoção ela está encarregada de transmitir: 

04) O que, afinal, seria o cárcere das almas? Explique:

05) Tente responder à indagação feita no final do soneto:

06) Que características simbolistas o texto apresenta? Comente:

07) Por que algumas palavras aparecem com letra inicial maiúscula? O que isso revela?

08) Que mensagem o texto transmite? Comente:

09) Você já se sentiu assim aprisionado? Qual foi a solução encontrada para amenizar essa sensação? Relate: