segunda-feira, 29 de agosto de 2016

Atividade sobre o texto "O Vaivém", de Lindolfo Gomes

O Vaivém

Era um dia um velho chamado Zusa, que trabalhava pelo ofício de carapina. A sua oficina era um brinco, sempre muito asseada, a ferramenta muito limpa, tudo nos seus lugares. 
Mas a mania do velho era batizar cada ferramenta com um nome próprio. O martelo chamava-se toc-toc; o formão, rompe-ferro; o serrote, vaivém. 
Quando um carapina do lugar precisava de uma, corria logo à oficina do Zusa, a pedir-lhe de empréstimo. 
Mas, tantas lhe fizeram, demorando a entrega ou ficando com as ferramentas algumas vezes, que o velho resolveu parar com os empréstimos. 
Certo dia foi à oficina um menino, de mando do pai, e disse:
-- Papai mandou-lhe muitas lembranças e também pedir-lhe emprestado o vaivém.
Mestre Zusa pôs as cangalhas no nariz e respondeu:
-- Menino, volta e diz a teu pai que se vaivém fosse e viesse, vaivém ia, mas como vaivém vai e não vem, vaivém não vai. 

(Lindolfo Gomes - Contos Populares Brasileiros)

01) Justifique o título dado ao texto acima, aproveitando para sugerir um outro: 

02) Qual era a profissão de Zusa? 

03) Retire do texto um substantivo próprio, justificando seu emprego:

04) Explique a passagem destacada no primeiro parágrafo, dizendo se já conhecia a palavra "brinco" utilizada com esse sentido empregado:

05) Utilize a palavra BRINCO, presente na questão anterior, para criar duas frases em que elas tenham um sentido diferente do empregado no texto, explicando:

06) Por que cada ferramenta tinha um nome? Isso é uma prática comum? Justifique sua resposta:

07) Há alguma lógica na escolha dos nomes de cada ferramenta? Comente:

08) Copie do texto um exemplo de numeral, classificando-o:

09) Por que as palavras que dão nome às ferramentas não estão com letra inicial maiúscula?

10) Justifique o acento indicativo de crase na passagem destacada no texto ("corria logo à oficina..."):

11) Qual seria o significado da palavra CANGALHAS, presente no texto?

12) Transcreva do texto um vocativo, justificando sua resposta:

13) Copie do texto uma espécie de trocadilho, reescrevendo de forma que ele se desfaça, mas sem perder o sentido:

14) Existe alguma onomatopeia no texto? Justifique sua resposta: 

15) Você acha que o velho Zusa agiu corretamente? Por quê?

2 comentários:

  1. o texto é maravilhoso, gostei do velho Zusa e das ferramentas minha ferramenta favorita 'O vaivém'.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que você gostou! Tenho muito carinho por esse texto, que conheci quando eu tinha a idade do meu filho, mais ou menos! Uns 11 anos. Veja que legal! E como textos nos marcam!

      Excluir

Obrigada pela visita!!! Volte sempre!!!