quarta-feira, 21 de outubro de 2015

Exercícios sobre Literatura Africana


"Estou voltando..."  (um conto africano)

Um jovem angolano caminhava solitário pela praia. Parou por alguns instantes para agradecer aos deuses por aquele momento milagroso: o deslumbramento de sua terra natal. O silêncio o fez adormecer em seu âmago, despertando inesperadamente com o bater das ondas sobre as pedras. De repente, surgiram das matas homens estranhos e pálidos que o agarraram e o acorrentaram. Sua coragem e o medo travaram naquele momento uma longa batalha... Ele chamou pelos seus pais e clamou pelo seu Deus. Mas ninguém o ouviu. Subitamente mais e mais rostos estranhos e pálidos se uniram para rirem de sua humilhação. Vendo que não havia saída, o jovem angolano atacou um deles, mas foi impedido por um golpe. Tudo se transformou em trevas.  (...)

(Agamenon Troyan)

01) A que fato histórico este trecho do conto faz referência? 

02) Transcreva a passagem do poema que sugere a ideia de pertencimento por meio de identificação com elementos da natureza local:

03) Justifique o título dado ao texto:

04) Copie do texto um exemplo de sujeito composto, explicando seu raciocínio:

05) Quem seriam os "homens estranhos e pálidos"? O que fizeram? 

quinta-feira, 15 de outubro de 2015

Atividade sobre a música "O poeta aprendiz", com Adriana Calcanhoto


O poeta aprendiz

Ele era um menino
Valente e caprino
Um pequeno infante
Sadio e grimpante
Anos tinha dez
E asas nos pés

Com chumbo e bodoque
Era plic e ploc
O olhar verde gaio
Parecia um raio
Pra tangerina
Pião ou menina 

Seu corpo moreno
Vivia correndo 
Pulava no escuro 
Não importa que muro
Saltava de anjo
Melhor que marmanjo
E dava o mergulho
Sem fazer barulho

Em bola de meia
Jogando de meia-direita ou de ponta
Passava da conta
De tanto driblar
Amava era amar

Amava Leonor
Menina de cor
Amava as criadas
Varrendo as escadas 
Amava as gurias
Da rua, vadias

Amava suas primas
Com beijos e rimas
Amava suas tias
De peles macias
Amava as artistas
Das cine-revistas
Amava a mulher
A mais não poder

Por isso fazia 
Seu grão de poesia 
E achava bonita
A palavra escrita
Por isso sofria
De melancolia
Sonhando o poeta
Que quem sabe um dia 
Poderia ser 

(Vinícius de Moraes e Toquinho) 

01) Justifique o título dado à música:

02) O que significa "ter asas nos pés"?

03) Copie do texto duas onomatopeias, dizendo a que elas podem estar se referindo:

04) Explique o efeito sonoro causado por "Amava era amar":

05) Copie do texto um trecho que comprova que o menino não tinha nenhum preconceito, explicando sua escolha:

06) Que mensagem a canção transmite? Comente:

07) Localize no texto:

a) um substantivo próprio:
b) um substantivo composto:
c) um numeral:
d) um advérbio de dúvida:
e) um advérbio de negação:
f) dois verbos no gerúndio:

Atividade sobre o filme "Central do Brasil" (1 h 45 min)


Sinopse: O filme conta a história de Dora, uma professora primária aposentada, que resolveu escrever cartas para analfabetos na estação Central do Brasil, no centro do Rio de Janeiro, quando conhece Josué, um menino cuja mãe acabou de morrer atropelada e que tem um sonho de conhecer o pai, que mora no interior do Nordeste. (Duração: 1 h 45 min)

01) Que ideia a personagem Dora teve para ganhar um dinheirinho extra? Como ela lidava com isso? 

02) Por que o menino Josué acabou ficando sozinho no mundo? Como Dora o conheceu?

03) Utilize 4 (quatro) adjetivos para caracterizar Dora, sendo duas qualidades de dois defeitos: 

04) Como Dora conseguiu dinheiro para comprar uma TV? O que você pensa sobre isso?

05) Por que o menino achava que Dora não valia nada? Você concorda com ele?

06) Dora "vendeu" o menino pensando se tratar de quê? E do que se tratava, afinal? 

07) O que ela fez para tentar "resgatar" Josué? 

08) Que missão Dora acabou tomando para ela? Ela obteve êxito? 

09) Em um momento do filme, Dora e Josué ficam tentando imaginar quem do ônibus é pai. O que seria então "ter cara de pai"? Como isso seria, para você? 

10) Josué pergunta à Dora e à Irene quem cuida delas, já que não têm marido. Você achou essa postura  dele machista? Justifique sua resposta:

11) E na passagem em que ele diz que Dora parece homem, que não se pinta e que por isso nunca se casou? Que impressão lhe causou? 

12) Dora brigou com Josué quando ele roubou algumas coisas no mercadinho, mas logo em seguida ela fez a mesma coisa. Como você explicaria isso? 

13) Por que você acha que o caminhoneiro resolveu ajudar Dora no mercadinho? 

14) Por que Dora, no banheiro da lanchonete, decidiu se pintar? O que estava subentendido nisso? 

15) Por que você acha que o caminhoneiro resolveu ir embora, deixando Dora e Josué pra trás? 

16) Na expressão "Já tenho caju demais pra comer isso daí", existe um regionalismo. Qual? O que ele significa? 

17) Por que você acha que Dora acrescentou o nome de Josué à carta deixada pelo pai? Você acha que ela fez bem? Justifique sua resposta:

18) Você achou correto o fato de Dora deixar Josué para trás e com os irmãos dele? Por quê?

19) Afinal de contas, você acredita que Jesus, o pai de Josué, voltou? Justifique sua resposta:

20) Justifique o nome do filme, dizendo que outro você daria, e também que mensagem ele transmitiu: 

quarta-feira, 14 de outubro de 2015

Atividade sobre o poema "Os ombros suportam o mundo", de Carlos Drummond de Andrade

Os ombros suportam o mundo 

Chega um tempo em que não se diz mais: meu Deus.
Tempo de absoluta depuração. 
Tempo em que não se diz mais: meu amor. 
Porque o amor resultou inútil.
E os olhos não choram. 
E as mãos tecem apenas o rude trabalho.
E o coração está seco.

Em vão mulheres batem à porta, não abrirás. 
Ficaste sozinho, a luz apagou-se,
mas na sombra teus olhos resplandecem enormes. 
És todo certeza, já não sabes sofrer. 
E nada esoeras de teus amigos. 

Pouco importa venha a velhice, que é a velhice?
Teus ombros suportam o mundo
e ele não pesa mais que a mao de uma criança.
As guerras, as fomes, as discussões dentro dos edifícios
provam apenas que a vida prossegue
e nem todos se libertaram ainda. 
Alguns, achando bárbaro o espetáculo, 
preferiririam (os delicados) morrer. 
Chegou um tempo em que não adianta morrer. 
Chegou um tempo em que a vida é uma ordem. 
A vida apenas, sem mistificações. 

(Carlos Drummond de Andrade)

01) Justifique o título dado ao poema acima:

02) De acordo com o texto, não se diz mais duas expressões. Quais? O que você pensa sobre isso?

03) O que representariam tais expressões em "outro tempo"?

04) Pode-se afirmar que o eu lírico está sensível e sofrendo com a nova fase? Por quê?

05) A solidão do eu lírico é desejada? Justifique-se:

06) Como se pode entender a passagem "suportar o mundo"?

07) Qual a saída que o eu lírico identifica para todos os problemas citados?

08) Que problemas, afinal, seriam esses? Cite-os:

09) Que mensagem o texto transmite? Comente:

10) Quais as características modernistas presentes no texto? Explique-as:

terça-feira, 6 de outubro de 2015

Atividade sobre a música "Aquarela do Brasil", com Gal Costa


Aquarela do Brasil

Brasil, meu Brasil brasileiro
Meu mulato inzoneiro
Vou cantar-te nos meus versos
O Brasil, samba que dá!
Bamboleiro que faz gingá
O Brasil do meu amor
Terra de Nosso Senhor
Brasil, Brasil
Pra mim, pra mim

Ahh, abre a cortina do passado
Tira a mãe preta do serrado
Bota o rei congo no congado
Brasil, Brasil 
Deixa cantar de novo o trovador
A merencória luz da lua
Toda a canção do meu amor
Quero ver a "sá dona" caminhando
Pelos salões arrastando
O seu vestido rendado
Brasil, Brasil
Pra mim, pra mim

Brasil, terra boa e gostosa
Da morena sestrosa
De olhar indiscreto
O Brasil, verde que dá!
Para o mundo se admirá 
O Brasil do meu amor
Terra de Nosso Senhor
Brasil, Brasil
Pra mim, pra mim

Ô, esse coqueiro que dá coco
Ô, onde amarro a minha rede
Nas noites claras de luar
Brasil, Brasil
Ahhh, ouve essas fontes murmurantes
Onde eu mato a minha sede
E onde a luz vem brincá
Ahhh, esse Brasil lindo e trigueiro
É o meu Brasil brasileiro
Terra do samba e pandeiro
Brasil, Brasil
Pra mim, pra mim

(Ari Barroso)


01) Justifique o título dado ao texto:

02) Circule na música um vocativo, explicando sua importância para o contexto:

03) Trascreva da canção marcas preciosas de oralidade: 

04) Copie do texto um substantivo primitivo e o seu derivado: 

05) Que mensagem a música transmite?