domingo, 26 de outubro de 2014

Atividade sobre a música "Vento no litoral", de Renato Russo


Vento no litoral

De tarde quero descansar
Chegar até a praia e ver
Se o vento ainda está forte
E vai ser bom subir nas pedras
Sei que faço isso pra esquecer
Eu deixo a onda me acertar
E o vento vai levando tudo embora..;.

Agora está tão longe
Vê, a linha do horizonte me distrai:
Dos nossos planos é que tenho mais saudade
Quando olhávamos juntos na mesma direção...

Aonde está você agora 
Além de aqui, dentro de mim?

Agimos certo sem querer 
Foi só o tempo que errou
Vai ser difícil sem você
Porque você está comigo o tempo todo

E quando eu vejo o mar
Existe algo que diz:
"A vida continua e se entregar é uma bobagem"

Já que você não está aqui
O que posso fazer é cuidar de mim
Quero ser feliz ao menos
Lembra que o plano era ficarmos bem? 

-- Ei, olha só o que eu achei:
Cavalos-marinhos
Sei que faço isso pra esquecer
Eu deixo a onda me acertar
E o vento vai levando tudo embora...

(Renato Russo)

01) Justifique o título dado à canção:

02) O que o eu lírico está querendo esquecer? Levante hipóteses coerentes com o contexto do texto:

03) O que significa "olhar juntos na mesma direção"? O que essa passagem revela?

04) Em "E o vento vai levando tudo embora", o que pode significar a palavra destacada?

05) Interprete os versos destacados na música:

06) Explique a passagem "Foi só o tempo que errou", dizendo como seria isso:

07) Você continua que "se entregar é uma bobagem"? Justifique sua resposta:

08) Quais são os elementos da natureza presentes no texto? Qual o papel deles?

09) Que mensagem a música transmite?

10) Que sentimento a canção despertou em você? Comente:

Atividade sobre a música "Anunciação", de Alceu Valença


Anunciação

Na bruma leve das paixões 
Que vêm de dentro 
Tu vens chegando 
Pra brincar no meu quintal
No teu cavalo
Peito nu, cabelo ao vento
E o sol quarando
Nossas roupas no varal

Tu vens, tu vens
Eu já escuto os teus sinais
Tu vens, tu vens
Eu já escuto os teus sinais

A voz do anjo
Sussurrou no meu ouvido
Eu não duvido
Já escuto os teus sinais
Que tu virias
Numa manhã de domingo
Eu te anuncio
Nos sinos das catedrais

(Alceu Valença)

01) Justifique o título empregado na canção:

02) Enumere as metáforas utilizadas na música, explicando-as: 

03) Copie da música exemplos de oralidade: 

04) Quem poderia esta sendo anunciado? 

05) O que as imagens presentes na primeira estrofe despertam em você? 

06) Que mensagem a música transmite? Comente: 

07) Por que a palavra destacada na primeira estrofe foi acentuada? 

quinta-feira, 16 de outubro de 2014

Atividade sobre a poesia "Neologismo", de Manuel Bandeira

Neologismo

Beijo pouco, falo menos ainda.
Mas invento palavras
Que traduzem a ternura mais funda
E mais cotidiana. 
Inventei, por exemplo, o verbo teadorar.
Intransitivo.
Teodoro, Teodora. 

(Manuel Bandeira)

01) Justifique o título dado à poesia:

02) Os verbos BEIJAR e FALAR são intransitivos ou transitivos, no texto? Justifique sua resposta:

03) Reescreva o primeiro verso do poema, transformando em transitivos esses dois verbos citados na questão anterior: 

04) Qual o sujeito das primeiras orações do texto? Classifique-o, justificando seu raciocínio: 

05) No poema, o verbo INVENTAR é transitivo ou intransitivo? 

06) Qualquer pessoa pode "teadorar" ou apenas o eu lírico do poema pode praticar essa ação? Por quê?

07) TEADORAR e ADORAR apresentam a mesma transitividade? Justifique sua resposta: 

08) Qual foi o neologismo, afinal, criado pelo poeta? 

09) Como tal palavra foi formada? 

10) O neologismo criado tem uma relação apenas de sentido, ou tem também uma relação sonora com o nome da mulher? Por quê? 

11) Por que há uma vírgula separando as duas palavras existentes no último verso do poema? 

12) A que classes gramaticais pertencem essas duas palavras? 

13) Copie do texto um exemplo de vocativo:

14) Que passagens do poema falam do sentimento do amor? 

15) Que mensagem o poema transmite? Comente: 

terça-feira, 14 de outubro de 2014

Atividade sobre a música "Gente humilde", de Vinícius de Moraes e Chico Buarque de Holanda


Gente humilde

Tem certos dias em que eu penso em minha gente
E sinto assim todo o meu peito se apertar
Porque parece que acontece de repente
Feito um desejo de eu viver sem me notar

Igual a como quando eu passo no subúrbio
Eu muito bem vindo de trem de algum lugar
E aí me dá uma inveja dessa gente
Que vai em frente sem nem ter com quem contar

São casas simples com cadeiras na calçada
E na fachada escrito em cima que é um lar
Pela varanda flores tristes e baldias
Como a alegria que não tem onde encostar

E aí me dá uma tristeza no meu peito
Feito um despeito de eu não ter como lutar
E eu que não creio, peço a Deus por minha gente
É gente humilde, que vontade de chorar

(Vinícius de Moraes e Chico Buarque de Holanda) 

01) Justifique o título dado à música:

02) Em que estrofe há uma clara oposição entre a condição social do eu lírico e daquela gente humilde? Justifique sua resposta: 

03) Encontre um sinônimo para a palavra sublinhada no texto, dizendo a que classe gramatical ela pertence: 

04) Por que o eu lírico sente inveja dessa gente humilde?

05) Copie da música uma passagem que revela que o eu lírico já esteve no subúrbio:

06) Que mensagem a canção transmite?

07) Qual o objetivo desse texto? Que crítica social aparece nele?

segunda-feira, 13 de outubro de 2014

Atividade sobre a música "Rosa de Hiroshima", com Ney Matogrosso


Rosa de Hiroshima

Pensem nas crianças
Mudas telepáticas
Pensem nas meninas
Cegas inexatas
Pensem nas mulheres
Rotas alteradas
Pensem nas feridas
Como rosas cálidas

Mas oh não se esqueçam
Da rosa da rosa
Da rosa de Hiroshima
A rosa hereditária
A rosa radioativa
Estúpida e inválida
A rosa com cirrose
A antirrosa atômica
Sem cor sem perfume
Sem rosa sem nada

(Vinicius de Moraes)

01) Justifique o título dado à canção acima:

02) Qual é o tema abordado na música em questão? Comprove com palavras e/ou expressões do texto que comprovem sua resposta: 

03) Que crítica social é feita no poema? Comente:

04) Que mensagem a música transmite?

05) Que sensações ou sentimentos o poema despertou em você? Justifique sua resposta:

Atividade sobre a música "All Star", do Nando Reis


All Star

Estranho seria se eu não me apaixonasse por você
O sal viria doce para os novos lábios Colombo procurou as Índias, mas a Terra avisto em você O som que eu ouço são as gírias do seu vocabulário Estranho é gostar tanto do seu All Star azul Estranho é pensar que o bairro das Laranjeiras, satisfeito sorri, quando chego ali E entro no elevador, aperto o 12, que é o seu andar, não vejo a hora de te reencontrar continuar aquela conversa, que não terminamos ontem, ficou pra hoje. Estranho, mas me sinto como um velho amigo seu Seu All star azul combina com o meu, preto, de cano alto Se o homem já pisou na Lua, como eu ainda não tenho seu endereço O tom que eu canto as minhas músicas na tua voz parece exato Estranho é gostar tanto do seu All Star azul Estranho é pensar que o bairro das Laranjeiras, satisfeito sorri, quando chego ali E entro no elevador aperto o 12, que é o seu andar, não vejo a hora de te reencontrar continuar aquela conversa, que não terminamos ontem, ficou nas Laranjeiras satisfeito sorri, quando chego ali e entro no elevador aperto o 12, que é o seu andar, não vejo a hora de te reencontrar e continuar aquela conversa, que não terminamos ontem, ficou pra hoje...

(Nando Reis)

01) Justifique o título empregado na canção acima:

02) Existe um paradoxo no verso "O sal viria doce para os novos lábios"? Explique:

03) O que significa a passagem "a Terra avisto em você"? 

04) De que verso você mais gostou? Por quê? 

05) Que mensagem a música lhe transmitiu? Comente: 

06) A que classe gramatical pertence cada palavra no texto em destaque? 

sábado, 11 de outubro de 2014

Atividade sobre a poesia "O ônibus", de Fernando Paixão

O ônibus

Logo na esquina
Desceu o primeiro. 
Seguiu o motorista
Mais quatro passageiros. 

Desceu o segundo
No ponto seguinte. 
Levou um susto:
A rua estava diferente. 

Desceu o terceiro
Na casa de Raimundo
Que carrega no nome
Tanta raiva do mundo. 

O quarto desceu
Em frente à estátua.
Caiu-lhe sobre a cabeça
Uma espada de prata. 

Desceu o último
Tranquilo na calçada,
Queria sentir o vento,
Passear e mais nada. 

Ficou só o motorista
Nenhum passageiro.
Agora sim -- ufa! --
Podia ir ao banheiro.

(Fernando Paixão)

01) Justifique o título da poesia, aproveitando para sugerir um outro:

02) Qual é o número de estrofes do poema?

03) Quantos versos o texto apresenta, no total?

04) Quantas pessoas havia ao todo no ônibus?

05) Qual a relação entre as estrofes do poema e as pessoas do ônibus?

06) Quais os tipos de numerais que foram empregados?

07) Desses tipos, qual foi o mais utilizado? Por quê?

08) Por que você acha que Raimundo carrega toda a raiva do mundo?

09) Que mensagem o texto transmite? Comente:

10) Localize no poema:

a) um advérbio de tempo:
b) um adjetivo:
c) dois substantivos comuns:
d) um advérbio de afirmação:
e) uma interjeição:

domingo, 5 de outubro de 2014

Atividade sobre cartum do Quino - Não acredite em políticos!


01) O que ocorre no primeiro momento do cartum acima?

02) O que o homem promete ao cachorro? Como ele reage a essa promessa?

03) O que acontece depois de tal promessa?

04) Podemos afirmar que na espera do cachorro existe uma gradação? Por quê?

05) Por que o cachorro acaba indo embora?

06) O que o final do cartum revela? Isso foi inesperado?

07) Que implícitos o cartum traz? Explique:

08) Dê um título ao cartum:

09) Que mensagem ele transmite? Comente:

10) O que a presença de cartazes e banners no último quadrinho sinalizam para o leitor?

11) Por que o homem de terno não cumpriu a promessa feita? Isso é algo comum de ocorrer?

12) Quem o cachorro representa? E que grupo o homem está simbolizando?

13) O que se pode supor do futuro profissional do homem, se eleito?

14) Por que o cachorro parece tão pequeno no último momento do cartum? Você já se sentiu assim?

15) Como solucionar essa problemática apresentada no cartum?

16) Qual o tipo de linguagem que predomina no cartum: verbal ou não verbal? Por quê?

17) Explique a presença do verbo no modo imperativo nos cartazes, dizendo o que ele expressa:

18) Se você fosse candidato a algum cargo público, que promessas de campanha faria? Elabore pelo menos três: