quarta-feira, 9 de novembro de 2016

"O verbo e a verba", de Lenine


Rosebud (O verbo e a verba) 

Dolores, Dólares...

O verbo saiu com os amigos
Pra bater um papo na esquina
A verba pagava a despesa, 
porque ela era tudo o que ele tinha.
O verbo não soube explicar depois,
por que foi que a verba sumiu.
Nos braços de outras palavras
o verbo afogou sua mágoa e dormiu.

O verbo gastou saliva, 
de tanto falar pro nada,
a verba era fria e calada,
mas ele sabia, lhe dava valor.
O verbo tentou se matar em silêncio,
e depois quando a verba chegou,
era tarde demais
o cadáver jazia,
a verba caiu aos seus pés a chorar
Lágrimas de hipocrisia

Dolores, Dólares...
Que dolor que me da los dólares
Dólares, dólares...
Que dolor, que dolor que me da...

(Lenine)

01) Explique o primeiro verso da música, com as palavras "Dolores" e "Doláres":

02) Explique o que você entendeu com os dois versos destacados no texto:

03) Verba é o feminino de verbo? Que ligação ambas as palavras têm? E na música?

04) Que mensagem a música lhe transmitiu? Comente:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui o seu comentário sobre o blog ou sobre esta postagem em especial!!! Vou amar saber o que você pensa!! Muito obrigada pela visita!!! Volte sempre!!!