sábado, 29 de outubro de 2016

"O Isolado" (Elias José)

Meu caro:

Quando você descer a serra, encontrará uma estrada larga e, depois, um trilho. Vá pelo trilho. Siga sempre em frente. Bem longe de tudo me encontrará. Ando escondido do mundo, mas abrirei as portas para você. Afinal, ainda há muita estima entre nós e isto me fará fazer a exceção. Apresentar um mundo bonito para todos, seria bom. Mas você vai ter pena ao notar como mudei. Não tenho bebidas para oferecer-lhe, talvez um cafezinho ou chá a gente consegue. Já não bebo e das coisas do passado só me restam um livro de Drummond e um disco da Bethânia. Estavam comigo e para aqui vieram também. Não tenho toca-discos, mas a voz vai penetrando pela sala, que é quarto e cozinha, toda vez que toco nele. A vista não me ajuda a ler versos, mas conheço cada página pelo tato. Minto, não há só o livro e o disco. Há também o retrato dela, de perfil, linda demais. A única lembrança dela, do que foi nosso. Ainda gosto muito de lembrar-me: nossas festas, nossas danças, as bebidas. Tudo tão perto-distante, tão longe-perto. Não conta para ela, nem diga que escrevi, que ainda existo. Ela também deve julgar que morri, não é verdade? Acho que morri mesmo. Depois do desastre, não tive mais coragem de me olhar no espelho. Falavam tanto de minha cara, julgando-me inconsciente. Senti as ataduras, as deformações. Fugi antes que algum conhecido chegasse ao hospital. Agora a barba cobre parte do rosto, o cabelo cresceu. Penso que logo ficarei completamente irreconhecível. Vou parecer mendigo ou louco. Penso em aparecer por aí. Vou me encostar nas paredes dos bares em que íamos para rever cada um, sem ser visto. 

Você, eu espero ver logo. Um abraço do sempre amigo. 

(Elias José)

01) De que sentimento este texto fala? Justifique sua resposta:

02) Há no texto um clima de saudade, de nostalgia. De que o autor sente saudade? Por quê?

03) Em dado momento, o autor fala de dois sentidos que são suplantados pelo tato. Quais são eles? Justifique: 

04) Há no texto a constante ausência de pessoas e coisas. O que está ausente na vida do autor?

05) Indiretamente, o autor deixa transparecer o que aconteceu com ele. O que foi? Como ele ficou, física e psicologicamente? 

06) Há uma frase nominal bastante poética no texto. Qual? Comente-a: 

07) O texto traz um parágrafo gigante, o que você sabe que é considerado uma inadequação. Divida o texto em mais parágrafos: 

08) Que mensagem o texto lhe transmitiu?

09) Que conselho você daria ao autor da suposta carta?

10) Coloque-se no lugar do amigo que recebeu esta carta e, em seguida, responda-a, não deixando passar nenhum detalhe: 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui o seu comentário sobre o blog ou sobre esta postagem em especial!!! Vou amar saber o que você pensa!! Muito obrigada pela visita!!! Volte sempre!!!