quarta-feira, 30 de março de 2016

Me-xi-da, graças a ela!


Não sei se as estatísticas estão corretas e isso pouco importa! O importante é que, numa época tão desértica, de tamanha descrença, ler algo desse tipo me contagiou e me animou. Maravilha! Às vezes precisamos de umas sacudidas dessas! E que sacudidas! 

Ter filho sempre foi, pelo menos pra mim, uma puta prova de amor; nos dias de hoje então... Uma MISSÃO, um ato tamanho de coragem e fé em Deus! Ninguém, em sã consciência, arriscaria colocar um filho no mundo se não acreditasse mais nele! 

Estamos rodeados por ratos corruptos, em todas as esferas, mas se olharmos bem há, ainda, muita gente solidária, do bem, graças a Deus! Há quem queira destruir, mas também há quem "arregace as mangas" e vai lá (re)construir, com a cara e a coragem (e quem precisa de mais do que isso?!?). 

Há quem goste de guerra e de conflito, e que a todo instante pensa em algum plano (in)falível para ferir ou matar o(s) outro(s), mas existem pessoas que ousam criar determinados objetos apenas esperando um sorriso puro de uma criança! 

Entre o MEDO e o AMOR, eu sempre vou optar pelo segundo, mesmo já levando taaaaaaaantas porradas por conta disso! Preço alto, altíssimo, tão alto quanto preservar a nossa dignidade, hoje em dia. Mas vale a pena, sim, pagar pra ver, acreditar! 

Pode até haver muro, um mais alto do que o outro, mas sempre haverá gente cordial e solidária que vai abrir uma porta ou uma janela ou, com mais sorte ainda, o coração para dizer ao outro: -- Você pode entrar! A casa é sua! E ainda convida para se sentar à mesa para saborear um bom papo, um café, um suco ou, quem sabe, um pastel de chocolate feito com tanto amor e capricho! (Huuuuuum! Deu fome!).

Bom, se eu me considero do bem e você que está lendo também... Putz! Já somos dois! Já somos três! Quatro... Cinco... Já fazemos a diferença neste mundo cão! E, se analisarmos bem, pra cada escândalo que a mídia nos apresenta, sem dó, apesar das tantas distorções (perigosas), existe alguém que nos enche de alegria compartilhando uma história, uma vitória, ou alguma mensagem de otimismo, como esta que conheci graças à amiga Lívia Pimenta (que não por acaso está grávida!). Obrigada, de coração! Finalizou um dia de tantas decepções... 

6 comentários:

  1. Como sempre muito bom ... E sim, somos a maioria, mesmo que passemos desapercebidos ...
    Bjssss

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é, é só nos reunirmos... para parecermos mais fortes, como somos, mas dispersos, parecemos mais fracos, mais frágeis, sem sermos. Beijos, amiga! Muito orgulhosa do seu empenho na greve!

      Excluir
  2. Lindo, amiga! A humanidade está se perdendo, mas há muita gente de bem por aqui. Que não percamos a esperança nunca.

    Clecia

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Clecinha, obrigada por ter vindo aqui! Estava com saudades!
      Estamos sempre juntos, unidos, e isso sim me dá uma puta esperança, sempre! Obrigada por sua existência! Beijos.

      Excluir
  3. Eu também compartilhei essa mensagem nos grupos do WhatsApp. É muito inspiradora!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu gostei demais! Principalmente neste momento de luta, é importante a gente compartilhar mesmo o que nos fortalece e anima, né? Beijos.

      Excluir

Deixe aqui o seu comentário sobre o blog ou sobre esta postagem em especial!!! Vou amar saber o que você pensa!! Muito obrigada pela visita!!! Volte sempre!!!