quarta-feira, 23 de março de 2016

Curta "1,99 - Um supermercado que vende palavras" (72 minutos)



Dia desses assisti a esse filme e achei bem interessante! Claro que não a qualquer olhos, visto que ele permite a pessoa "viajar" em suas tantas reflexões, mas... como eu adoro...!!! Espero que você(s) também possam curtir!!! Aqui estão algumas questões simples que elaborei baseadas nele!!! 

01) O que, basicamente, o filme denuncia? Justifique sua resposta:

02) Por que todos de repente param para olhar a menina de patins? Qual a função dela? Em que será que ela se baseia para fazer as suas escolhas?

03) Explique por que podemos afirmar que existe uma espécie de “apartheid” da sociedade de consumo:

04) Como se pode interpretar o fato de consumirem a palavra “único” e logo em seguida alguém repô-la  na prateleira?

05) O que as pessoas jogando pingue-pongue com o espelho revela? Você acredita quer a humanidade está mesmo caminhando para isso?

06) Qual a parte do filme que mais chamou a sua atenção? Por quê?

07) Por que algumas caixas estão sem nome?

08) Segundo o diretor do filme, a injustiça social não é o único viés possível para se compreender o ser humano, ao contrário, atrapalha a compreensão das relações da sociedade, cada vez mais complicada. Para ele, nossa fragilidade está no fetiche: “somos fetichistas e muito susceptíveis à própria propaganda e aos seus slogans”. Nesse supermercado não há cor, não há marcas, só frases com o apelo usado para que comprem seus produtos, ou seja, vendem-se palavras, vendem-se slogans e, em última análise, vendem-se fetiches. Posicione-se sobre essa afirmação, justificando sua resposta:

09) Se tal supermercado realmente existisse, que  palavras você gostaria de comprar? Justifique sua resposta:

10) O que você achou do filme? Que mensagem pôde extrair dele? Que sensação ele despertou em você?

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui o seu comentário sobre o blog ou sobre esta postagem em especial!!! Vou amar saber o que você pensa!! Muito obrigada pela visita!!! Volte sempre!!!