sexta-feira, 10 de fevereiro de 2012

A lenda das três árvores


    Havia, no alto da montanha, três pequenas árvores que sonhavam o que seriam depois de adultas. A primeira, olhando as estrelas, disse:
    -- Eu quero ser o baú mais precioso do mundo, cheio de tesouros. Para tal, até me disponho a ser cortada.
    A segunda olhou para o riacho e suspirou:
    -- Eu quero ser um grande navio para transportar reis e rainhas.
    A terceira árvore olhou o vale e disse:
    -- Eu quero ficar aqui no alto da montanha e crescer tanto que as pessoas, ao olharem para mim, levantem seus olhos e pensem em Deus.
    Muitos anos se passaram e, certo dia, vieram três lenhadores e cortaram as três árvores. Todas ficaram muito ansiosas em serem transformadas naquilo com que sonharam, mas lenhadores não costumam ouvir e nem entender sonhos! Que pena!
    A primeira árvore acabou sendo transformada num cocho de animais, coberto de feno. A segunda virou um simples e pequeno barco de pesca, carregando pessoas e peixes todos os dias. E, a terceira, mesmo sonhando em ficar no alto da montanha, acabou cortada em altas e resistentes vigas e foram colocadas de lado com em m depósito. E todas as três se perguntavam desiludidas e tristes com a surpresa que o destino lhes reservou: -- Para que isso?
    Mas numa certa noite, iluminada em sua plenitude pela luz do luar e das estrelas, onde havia mil melodias no ar, uma jovem mulher colocou seu neném recém-nascido naquele cocho de animais. E de repente a primeira árvore percebeu que continha o maior tesouro do mundo!
    A segunda árvore, anos depois, acabou transportando um homem que acabou dormindo no barco, mas, quando a tempestade quase afunda o pequeno barco, o homem se levantou e disse: -- Paz! E num relance a segunda árvore entendeu que estava carregando o Rei dos Céus e da Terra.
    Tempos mais tarde, numa sexta-feira, a terceira árvore se espantou quando suas vigas foram unidas em forma de cruz e um homem foi pregado nela. Logo, sentiu-se horrível e cruel, mas,no domingo, o mundo vibrou de alegria e a terceira árvore entendeu que nela havia sido pregado um homem que fora destinado para a Salvação da Humanidade e que as pessoas sempre se lembrariam de Deus e de Seu Filho Jesus Cristo ao olharem para ela.
    As árvores tinham tido sonhos, mas as realizações foram mil vezes melhores do que aqueles sonhos que tiveram tempos atrás.
(Autor desconhecido)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui o seu comentário sobre o blog ou sobre esta postagem em especial!!! Vou amar saber o que você pensa!! Muito obrigada pela visita!!! Volte sempre!!!