quinta-feira, 20 de outubro de 2011

Complementos para o Quinhentismo


Cara de índio

Índio cara pálida,
cara de índio.
Índio cara pálida,
cara de índio.
Sua ação é válida, meu caro índio.
Sua ação é válida, válida ao índio.
Nessa terra tudo dá,
terra de índio.
Nessa terra tudo dá,
não para o índio.
Quando alguém puder plantar,
quem sabe índio.
Quando alguém puder plantar,
não é índio.
Índio quer se nomear,
nome de índio.
Índio quer se nomear,
duvido, índio.
Isso pode demorar,
te cuida, índio.
Isso pode demorar,
coisa de índio.
Índio sua pipoca,
tá pouca, índio.
Índio quer pipoca,
te toca, índio.
Se o índio se tocar,
touca de índio.
Se o índio toca,
não chove índio.
Se quer abrir a boca,
pra sorrir índio.
Se quer abrir a boca,
na toca índio.
A minha também tá pouca,
cota de índio.
Apesar da minha roupa,
também sou índio.


(Djavan)


  SE PERO VAZ DE CAMINHA VIESSE AO BRASIL HOJE...
 
"Olá, meu amado rei. Aqui quem fala é Pero Vaz. Está me ouvindo bem? Peguei emprestado o celular de um nativo aqui da nova terra. Tudo bem, o capitão Pedro está mandando um abraço. Chegamos na terça-feira, 21 de abril, mas deixei para ligar no domingo porque a ligação é mais barata. É, aqui tem dessas coisas...

Os nativos ficaram espantados com a nossa chegada por mar. Não acharam que éramos deuses, majestade; acharam que éramos loucos de pisar em um mar tão sujo...
A ligação está boa?

Pois é, esta terra é engraçada. Tem telefonia celular digital, automóveis importados, acesso gratuito à Internet, mas ainda tem gente que morre de malária, e está cheia de criança barriguda de tanto verme. É meio complicado explicar...

Se já encontramos o chefe?

Olha, rei, está meio complicado. Aqui tem muito cacique para pouco índio. Logo que chegamos em Porto Seguro tinha um cacique lá que dizia que fazia chover, que mandava prender e soltar quem ele quisesse.É, um cacique bravo mesmo...

Mais para o Sul encontramos outra tribo, uma aldeia maravilhosa e muito festiva, com lindas nativas quase nuas. Seguindo em direção ao Sul, saímos do litoral e adentramo-nos ao planalto. Lá encontramos uma tribo muito grande: a dos índios Sampa. Conhecemos o seu cacique, que tinha apito, mas que não apitava nada, coitado! Dizem até que ele apanha da mulher...

O senhor está rindo, majestade? Juro que é verdadeiro o meu relato!

Como vossa majestade pode perceber, é uma terra fácil de se colonizar, pois os nativos não falam a mesma língua. Sim, são pacíficos, sim. É só verem um côco no chão para eles começarem a chutá-lo e esquecerem da vida.

Sabem, sabem ler, mas não todos. A maioria lê muito mal e acredita em tudo que é escrito. Vai ser moleza, fica frio.

Parece que há um "cacicão geral", mas ele quase não é visto. O homem viaja muito. Dizem que se a intenção for evitar encontrá-lo, é só ficar sentado no trono dele.

Engraçado mesmo é que a "indiaiada" trabalha a troco de banana! Todo mês eles recebem, no mínimo, 200 bananas.

Não é piada, majestade! É sério! Só vindo aqui prá ver!

Olha, preciso desligar. O rapaz que me emprestou o telefone celular precisa fazer uma ligação. Ele é comerciante. Disse que precisa avisar ao povo que chegou um novo carregamento de farinha.

Engraçado... Eles ficam tão contentes por trabalhar... A cada mercadoria que chega eles sobem o morro e soltam rojões.


É uma terra muito rica, majestade. Acho que desta vez acertamos em cheio!

Isso aqui ainda vai ser o país do futuro..."
(Autor desconhecido)

"Há várias maneiras de se matar índios. Desde a mais simples que é a bala de um trabuco, aos mais requintados métodos, como interferência maciça na cultura do índio." (Clarice Lispector) 

6 comentários:

  1. Não conhecia essa música do Djavan! Adorei a música e também os textos! São realmente ótimos complementos para aula sobre o Quinhentismo! Textos enriquecedores!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Essa música é show! Meio chata, monótona, na visão dos alunos, mas eles sobrevivem. rs rs rs

      A gente pode sempre acrescentar uma coisinha ou outra às nossas aulas, às nossas atividades, né? Beijocas.

      Excluir
  2. Dequinha,amei!!! Estava louca mesmo por imagens sobre Quinhentismo.
    Achei umas tiras interessantes e mandarei para vc.
    Posso divulgar seu blog no meu grupo?
    Bjs
    Rosa

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que gostou dos acréscimos que eu encontrei e compartilhei aqui e melhor ainda que tem mais material para adicionar aqui! Adoro! Pode mandar! E é claro que pode divulgar meu blog... será uma honra pra mim...
      Beijos.

      Excluir
  3. Andreia,
    Parabéns pelo Blog, o conteúdo sobre Quinhentismo vai me ajudar a compor uma aula mais interessante. Obrigada!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fico feliz em poder, de alguma forma, ajudar. Fique à vontade! Um abraço.

      Excluir

Deixe aqui o seu comentário sobre o blog ou sobre esta postagem em especial!!! Vou amar saber o que você pensa!! Muito obrigada pela visita!!! Volte sempre!!!