sexta-feira, 19 de agosto de 2011

Filme "FormiguinhaZ" (82 min)


Sinopse: Z é uma formiga operária que não se conforma com seu destino. Como toda formiga que possui este cargo, ele tem milhares de tarefas trabalhosas e cansativas, mas está convencido de que não nasceu para esse tipo de atividade. Sua história começa a mudar quando a Princesa Bala faz uma visita ao mundo dos operários e conquista o coração de Z, que se apaixona perdidamente por sua beleza. Para tentar encontrar a Princesa novamente, Z troca de lugar com Weaver, seu amigo soldado, e acaba participando de uma batalha contra uma colônia de cupins. Z é o único sobrevivente, volta a seu formigueiro como herói e atrai a atenção do perigoso General Mandíbula, que possui planos terríveis de destruir a colônia e conquistar o poder. A formiga Z acaba conquistando o amor da Princesa e salvando seu formigueiro dos planos de Mandíbula.

01) De que parte do filme você mais gostou? Por quê?

02) "Todo este sistema consegue me fazer acreditar que sou insignificante", disse o Z logo no início do filme, deitado no divã, em sua terapia. Você concorda com ele? Já se sentiu insignificante em algum momento? Comente:

03) Asteca, uma das formigas operárias, comenta ocm seu coega de profissão, o Z, a seguinte coisa: "Eu adoro o meu trabalho e você... você pensa demais. Tente ser feiz." Gostar do que faz, pensar e ser feliz são coisas inconciliáveis? Por quê?

04) Na cena da morte do soldado Barpeitos, ele dá uma espécie de último conselho a Z: "Não cometa o mesmo erro que eu. Não cumpra ordens a vida inteira. Pense por você mesmo." Você acha que Z seguiu à risca esse conselho? Justifique bem:

05) Houve uma aparente contradição quando só restou um sobrevivente na guerra cotra os cupins e que acabou se tornando um "heroi de guerra": a formiguinha Z, justamente o que não foi treinado para ser um soldado. Isso costuma acontecer? O que isso pode simbolizar no contexto do filme?

06) Num dado momento, o General consegue, com o dom da oratória, convencer um grande grupo, aparentemente decidido a brigar pelas coisas do Z, fazendo algumas promessas. Trace um paralelo com o mundo real e atual, explicitando que classe ele parece representar muito bem e quem está sendo representado pelo grupo convencido:

07) Há uma fala do General, que diz: "Individualismo é perigoso; nos torna vulneráveis". Você concorda com essa afirmação? Justifique bem:

08) Quando Z conhece a princesa Balla, num bar, ele não sabe quem ela é, tanto que é ela quem toma a iniciativa, chamando-o para dançar. Ele dança diferente de todos os outros, alegando que  "Estou improvisando. É muito chato todo mundo dançar igual!" Você concorda com essa metáfora dele? O que dançar ali pode estar simbolizando? Hoje em dia há muita gente  "dançando igual"? Por que será que isso acontece?

09) A formiguinha Z se mostra quase sempre uma pessoa insatisfeita com a vida que leva e surge, no começo do filme, a frase: "Deve existir um lugar melhor", que ele logo desconfia de que seja um lugar chamado Insetopia, porém, depois, ele descobre que não é. Existe mesmo um "lugar melhor"? Onde? Como ele descobriu isso? Qual era então a diferença básica?

10) O que você achou do filme? Foi válido assisti-lo? Que lição principal você pôde extrair dele? Explique bem:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui o seu comentário sobre o blog ou sobre esta postagem em especial!!! Vou amar saber o que você pensa!! Muito obrigada pela visita!!! Volte sempre!!!