terça-feira, 12 de julho de 2011

"A incapacidade de ser verdadeiro", de Drummond

A incapacidade de ser verdadeiro



Paulo tinha fama de mentiroso. Um dia chegou em casa dizendo que vira no campo dois dragões-da-Independência cuspindo fogo e lendo fotonovelas.

mãe botou-o de castigo, mas na semana seguinte ele veio contando que caíra no pátio da escola um pedaço de lua, todo cheio de buraquinhos, feito queijo, e ele provou e tinha gosto de queijo. Desta vez Paulo não ficou sem sobremesa como foi proibido de jogar futebol durante quinze dias.

Quando o menino voltou falando que todas as borboletas da Terra passaram pela chácara de Siá Elpídia e queriam formar um tapete voador para transportá-la ao sétimo céu, a mãe decidiu levá-lo ao médico. Após o exame, o Dr. Epaminondas abanou a cabeça:

- Não há nada a fazer, Dona Coló. Esse menino é mesmo um caso de poesia.

(Carlos Drummond de Andrade)


01. Explique o significado do título depois de ler o texto. Quem é incapaz de ser verdadeiro? Por quê?

02. Releia o diagnóstico do médico, quando diz que: “Não há nada a fazer, Dona Coló. Esse menino é mesmo um caso de poesia.”.  A afirmação do médico confirma a idéia de que Paulo é mentiroso? Explique sua resposta:

03. Que motivos conduziram as pessoas a achar que Paulo era mentiroso?

04. Ao escrever “caso de poesia”, o autor fez referência a uma expressão muito utilizada. Isso significa dizer que ele reescreveu uma expressão conhecida, dando-lhe um novo sentido de acordo com as idéias do texto. Você sabe que expressão é esta?

05. O que você achou do texto? Justifique sua resposta:

06. A partir desse texto, o que se pode deduzir sobre a visão do autor a respeito do que é ser poeta?

07. Qual a diferença, se houver, entre mentir e inventar, ser criativo, ser poeta? Explique:

2 comentários:

  1. Ótimo este texto do Drummond! E muito bom de se trabalhar em sala de aula.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sempre muito bom... difícil a gente saber quando deixa de ser imaginação, invenção, e quando passa a ser mentira...

      Excluir

Deixe aqui o seu comentário sobre o blog ou sobre esta postagem em especial!!! Vou amar saber o que você pensa!! Muito obrigada pela visita!!! Volte sempre!!!