terça-feira, 21 de junho de 2011

Tanta diferença assim???


Achei essa charge bem interessante, principalmente por ela levantar algumas questões e nos obrigar, de certa forma, a analisar essas duas realidades. Sou suspeita para falar, pois sempre me senti bem mais em casa e mais útil na escola pública! Talvez por eu ter estudado minha vida quase toda em colégio público, num único colégio: o Miguel Couto. Já tive algumas experiências, como professora, nos dois tipos de ensino, mas é no público que permaneço e ainda acredito nele, apesar dos pesares, pesares esses que também existem na rede particular.

Não vejo taaaaaantas diferenças assim entre uma rede e outra! Não acho que a "luz" dos alunos da escola particular esteja tão à frente da "lamparina" dos da escola pública e, pra ser sincera, nem concordo que esses tenham "lamparina". Suas ideias são luzes também. Às vezes elas vêm mais fraquinhas, exaustas, ainda mais no turno da noite, em que trabalho atualmente, pois eles se dividem entre o trabalho e o estudo. Só estudar é a coisa mais fácil do mundo e muitos nem isso valorizam e nem disso dão conta! Há tempos os pobres já não estão mais (só) no ensino público e (só) os ricos no particular. Tudo hoje se mistura bastante, se confunde, cada qual com seus acertos e erros...

Ou você pensa diferente?!? Opine! Quero saber!

4 comentários:

  1. Eu concordo em parte com você. Conheço bem as duas realidades. O problema da escola pública é a falta de recursos. São carteiras quebradas e muitas vezes em número insuficiente, quadro "pré-histórico", salas quentes e outras coisinhas mais, já na escola particular há abundância de recursos. Agora quanto se trata de professor, não creio que o da escola pública é pior que o da rede privada, pois muitos professores da rede pública também trabalham na particular e vice versa. Acredito na capacidade de cada aluno. Há alunos muito bons nas escolas públicas, como também vejo alunos ruins nas escolas particulares. O que é necessário o Governo dar realmente valor à educação pública, valorizá-la e aparelhá-la para que tenhamos condições de fazer um bom trabalho. Eu estudei em escola pública a maior parte da minha vida escolar. Na escola particular estudei apenas até a 4a série. Eu valorizo a educação pública. Sei das dificuldades que temos de passar, mas podemos fazer a diferença, podemos tentar superar estes problemas que barram o ensino de q1ualidade.

    ResponderExcluir
  2. Clecinha, obrigada por vir até aqui discutir comigo essa e outras questões! Adoro! Não me sinto só! E por aqui também há muitos recursos voltados para a rede pública de ensino, amiga! Tenho sorte então de trabalhar em duas escolas (estaduais) que não estão caindo aos pedaços, são até bem conservadinhas, que têm laboratórios de informática, DVDs, xérox, livros, uma série de coisas... e nem com o calor a gente sofre mais, pois cada sala tem ar condicionado, até dois por sala, menina! Brinco até que morro de frio ás vezes e que as salas parecem iglus... Sinto, porém, que a moda tem sido investir nesse tipo de coisa, física, se esquecendo de mexer na temperatura do ser humano, que é essencial. Investem-se em máquinas, mas não no professor, que anda meio adoentado e precisando de ajuda, de socorro. E esse tipo de coisa vejo acontecer na rede pública e na rede privada... sem distinção... enfim...

    ResponderExcluir
  3. Dequinha, eu trabalhei e estudei a vida toda na rede pública, mas sei da realidade de ambas porque ouço muitas histórias de amigos(as). No ensino particular, o que observo é que há mais recursos, porém o professor parece escravo do aluno. O professor não é valorizado como ser humano, eles se sentem no direito de decidir ou naõ se vc continua trabalhando lá ou não. Acreditam que estamos à disposição e temos que comer em suas mãos.No Ensino público, também há a desvalorização do profissional, mas vem lá de cima,do próprio sistema, os alunos só reproduzem o que recebem. Há falta de recursos, isso também atrapalha.Eu já tive e tenho alunos EXCELENTES que eu não trocaria por um da rede pública.

    ResponderExcluir
  4. Dequinha, você é uma felizarda! Salas de aula com ar condicionado só nas escolas particulares! Na particular, eu morria de frio! rs E na pública morria de calor! Eram extremos opostos! rs

    ResponderExcluir

Deixe aqui o seu comentário sobre o blog ou sobre esta postagem em especial!!! Vou amar saber o que você pensa!! Muito obrigada pela visita!!! Volte sempre!!!