segunda-feira, 27 de junho de 2011

Para trabalhar Paródia


O patinho realmente feio

Era uma vez uma mamãe pata e um papai pato que tinham sete bebês patinhos. Seis eram patinhos normais. O sétimo, porém, era um patinho realmente feio.
Todo mundo dizia: "Mas que bando de patinhos tão bonitinhos... todos, menos aquele ali. Puxa, mas como ele é feio!"
O patinho realmente feio ouvia o que as pessoas diziam, mas nem ligava. Sabia que um dia iria crescer e provavelmente virar um cisne, muito maior e mais bonito do que qualquer outra ave do lago.
Bem, só que no fim ele era apenas um patinho realmente feio. E, quando cresceu, tornou-se apenas um pato grande realmente muito feio.
(Jon Scieszka)

01) Com que história conhecidíssima o texto acima dialoga? Tente resumi-la da forma como você a conhece:

02) Que tipo de narrador nós temos no texto acima? Justifique:

03) Explique por que tal classificação justifica a falta de ligação dele com a personagem:

04) Além de dialogar com a narrativa de Andersen, há dentro da própria narrativa acima um outro momento de diálogo com o conto clássico. Qual?

05) Esse dado lhe parece aumentar ou diminuir a decepção final? Por quê?

06) Qual foi a única novidade que o crescimento trouxe para o patinho?

07) Por que temos no texto lido uma paródia e não uma paráfrase? Explique:

08) Agora tente reescrever o texto como se o patinho realmente feio fosse o narrador:

09) Você agora deverá fazer uma paráfrase sobre o texto lido:

10) E que tal você criar a SUA paródia sobre o conto clássico do patinho feio? Capriche!  

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui o seu comentário sobre o blog ou sobre esta postagem em especial!!! Vou amar saber o que você pensa!! Muito obrigada pela visita!!! Volte sempre!!!