quinta-feira, 9 de junho de 2011

Para refletir...



Razão de ser

Escrevo. E pronto.
Escrevo porque preciso,
Preciso porque estou tonto,
Ninguém tem nada com isso.
Escrevo porque amanhece,
E as estrelas lá no céu
Lembram letras no papel,
Quando o poema me anoitece.
A aranha tece teias.
O peixe beija e morde o que vê.
Eu escrevo apenas.
Tem que ter por quê?

(Paulo Leminski)

2 comentários:

  1. Adoro os poemas do Paulo Leminski! Adorei este!

    ResponderExcluir
  2. Dequinhaaaaa, eu amoele, eu amoele!!!!!

    ResponderExcluir

Deixe aqui o seu comentário sobre o blog ou sobre esta postagem em especial!!! Vou amar saber o que você pensa!! Muito obrigada pela visita!!! Volte sempre!!!