segunda-feira, 20 de junho de 2011

A palavra

"Na casa das palavras... chegavam os poetas. As palavras, guardadas em velhos frascos de cristal, esperavam pelos poetas e se ofereciam, loucas de vontade de ser escolhidas: elas rogavam aos poetas que as olhassem, as cheirassem, as tocassem, as provassem. Os poetas abriam os frascos, provavam as palavras com o dedo e então lambiam os lábios ou fechavam a cara. Os poetas andavam em busca de palavras que não conheciam, e também buscavam palavras que conheciam e tinham perdido."

(Eduardo Galeano)

2 comentários:

  1. Adorei este texto! Bem pético! Posso roubá-lo para o meu blog? :)

    ResponderExcluir
  2. lindo!! As palavras personificadas. Condutoras de emoções verdadeiras e (às vezes)de dissimulações do ser humano elas são nosso principal instrumento. Portanto, vamos cuidar com carinho para que nunca nos abandone...

    ResponderExcluir

Deixe aqui o seu comentário sobre o blog ou sobre esta postagem em especial!!! Vou amar saber o que você pensa!! Muito obrigada pela visita!!! Volte sempre!!!