sábado, 11 de junho de 2011

Vai um "rondó de efeito" aí, gente?!?

Rondó de efeito

Olhei para ela com toda a força,
Disse que ela era boa,
Que ela era gostosa,
Que ela era bonita pra burro:        
Não fez efeito.

Virei pirata:
Dei em cima de todas as maneiras,
Utilizei o bonde, o automóvel, o passeio a pé,
Falei de macumba, ofereci pó...
À toa: não fez efeito.

Então banquei o sentimental:
Fiquei com olheiras,
Ajoelhei,
Chorei,
Me rasguei todo,
Fiz versinhos,
Cantei as modinhas mais tristes do repertório do Nozinho.
Escrevi cartinhas e pra acertar a mão, li Elvira a Morta Virgem
(Romance primoroso e por tal forma comovente que ninguém
pode lê-lo sem derramar copiosas lágrimas...)
Perdi meu tempo: não fez efeito.

Meu Deus que mulher durinha!
Foi um buraco na minha vida.
Mas eu mato ela na cabeça:
Vou lhe mandar uma caixinha de Minorativas,
Pastilhas purgativas:
É impossível que não faça efeito.
(Manuel Bandeira)

Crie uma possível resposta dada pela moça, dizendo o que, afinal, é preciso ser feito para que a arte da sedução surta efeito com ela! Mantenha a estrutura de versos do rondó, tá?

4 comentários:

  1. É realmente uma proposta de atividade muito interessante! E este poema é novo para mim. Não o conhecia.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que pude apresentar a você o poema e também a atividade! Espero que a coloque em prática e que seus alunos também curtam!

      Excluir
  2. Espero que o Manuel Bandeira a vença pelo cansaço.. rsss. Não conhecia o poema.Dá para fazer várias atividades. Gostei!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Feliz que eu pude lhe apresentar este poema, que achei bem legal, assim que nele bati o olho! E aceito mais sugestões de atividades em cima dele, tá?

      Excluir

Deixe aqui o seu comentário sobre o blog ou sobre esta postagem em especial!!! Vou amar saber o que você pensa!! Muito obrigada pela visita!!! Volte sempre!!!