sábado, 28 de julho de 2018

Atividade com a música "Singular" (AnaVitória)



É tão singular o jeito que me observa acordar
E o meu cabelo não parece te assustar
Você incrivelmente não se importa
Se eu te chutar a noite inteira
É singular
Tua vergonha e tua forma de pensar
O teu abraço que me enlaça devagar
Enfeita todos os meus dias e horas

É tão particular o meu encontro quando é com você
O meu sorriso quando tem o seu pra acompanhar
As minhas histórias quando você para pra escutar
A minha vida quando tem alguém pra chamar
De VIDA...

É tão singular
A habilidade que eu tenho em contar
Um arsenal de clichês pra te encantar
Na intenção de te fazer não esquecer
Que eu nunca vou parar de te chutar
A noite inteira mesmo se você brigar
Eu te enlaço e não me permito soltar
Pro nosso nós não deixar de ser assim
Tão singular...

(AnaVitória)


01) Justifique o título da música:

02) Podemos afirmar que tal canção possui traços românticos? Se sim, quais?

03) Cite duas características que diferem o destinatário das outras pessoas:

04) O que seria chamar a pessoa de VIDA? O que isso lhe transmite?

05) Transcreva da música exemplos de oralidade:

06) Explique a importância do pronome NÓS presente no final da canção para o contexto da música:

07) Que mensagem a canção lhe transmitiu?

08) Diga a que classe gramatical pertence cada palavra destacada no texto:

quinta-feira, 26 de julho de 2018

Doutor Bumbum é o brasileiro típico


Antes de mais nada: não estou defendendo esse médico, mas vamos analisar os fatos e o que eles nos apresentam. Nós reclamamos de políticos corruptos, porém eles nascem dentro da nossa sociedade. Quando falamos nas vítimas do Bumbum, não estamos falando de pessoas humildes, sem recursos, morrendo por descaso na fila do SUS, tentando uma cirurgia do câncer. Estamos falando de pessoas com salário e estudo, bancários, dentistas, modelos, que estão fazendo cirurgias estéticas por questões pessoais, o que nada tem de errado. Porém, vejamos a mente do brasileiro como funciona:

EU QUERO uma cirurgia estética, que todo mundo minimamente alfabetizado sabe que tem um risco e deve ser feita em lugar adequado, por profissional habilitado, com equipe de apoio e suporte técnico, ainda mais quem tem R$ 20.000,00 pra pagar! Então o que leva uma pessoa esclarecida a aceitar pagar pra ser operada em um apartamento qualquer ou na própria casa?!? Simples, é o famoso "jeitinho brasileiro" de levar alguma vantagem, de gastar muito menos por uma coisa que sabe que tem um preço correto, quando está sendo feita de forma adequada, no lugar certo. 

Quando uma pessoa está gastando valores do tipo R$ 20.000,00 por coisas que sabe que deveriam ser muito mais e em condições muito diferentes, ela não é mais, ao meu ver, apenas uma vítima inocente, mas uma cúmplice de seu próprio destino, pois, assim como o motorista sabe que não pode beber e dirigir bêbada, ela está assumindo o risco. Mas, infelizmente, muitas vezes o risco assumido se realiza e a pessoa sofre as consequências, nesse caso uma delas foi a morte. 

Lembremos que, no ocorrido, tanto o Doutor Bumbum quanto suas clientes devem ser responsabilizados na forma da lei. Assim, como só existe o traficante porque tem o usuário, só existem clínicas e cirurgias clandestinas porque existe quem quer pagar por elas. 

(Lemuel Araújo - 22/07/18)

01) Por que o autor resolve adiantar o seu posicionamento sobre a postura do médico em questão? 

02) Posicione-se sobre essa afirmação presente no texto: "Nós reclamamos de políticos corruptos, porém eles nascem dentro da nossa sociedade", explicando seu raciocínio: 

03) Observe que há uma oposição entre dois grupos de pessoas citados pelo autor no primeiro parágrafo. O que mudaria, afinal, se fosse um grupo em vez do outro? Explique:

04) O autor do texto é contra cirurgias estéticas? Justifique sua resposta, acrescentando uma passagem do próprio texto para reforçá-la: 

05) Por que a passagem "EU QUERO" encontra-se em destaque no texto? O que isso revela? Comente: 

06) Concorda com a resposta que o autor deu à própria pergunta feita no texto? E que resposta VOCÊ daria a ela? 

07) Por que o autor escolheu utilizar duas vezes o valor da cirurgia no texto? 

08) Explique a passagem "ao meu ver" utilizada no penúltimo parágrafo do texto e sua importância: 

09) Posicione-se sobre a passagem destacada no mesmo parágrafo citado acima, justificando seu ponto de vista: 

10) Dê a sua opinião sobre as comparações utilizadas no texto, explicando da melhor forma possível:  

11) Que mensagem o texto lhe transmitiu? 

12) Podemos afirmar que o texto é um artigo de opinião? Por quê? 

13) Avalie o uso de conexões e "costuras" utilizadas no texto, explicando bem se foram bem empregadas e se foram variadas: 

14) Você concorda com o título dado ao texto? Ele foi bem empregado? Que outro título você daria?

15) Que tema de redação você extrairia do texto lido? Sobre o que você escreveria?

16) Vale lembrar que uma charge também traz embutida uma opinião de quem a criou. Qual seria a da seguinte? O que você pensa a respeito disso? Comente:



(Participação super especial da minha amiga Aparecida Ferreira de Carvalho)

domingo, 24 de junho de 2018

Atividade sobre o filme "O Leitor" (2 h 4 min)


Sinopse: Na Alemanha pós-guerra, o adolescente Michael Berg inicia um relacionamento apaixonado por Hanna Schmitz, uma mulher que tem o dobro da sua idade. Apesar das diferenças de classe, os dois vivem uma bonita história de amor. Um dia Hanna desaparece misteriosamente, deixando Michael com o coração partido. Anos mais tarde, ele, que agora é estudante de Direito, se surpreende ao reencontrar Hanna em um polêmico julgamento por crimes de guerra cometidos pelos nazistas. (Duração: 2 h 4 min)

Acabei de assistir a esse filme e fiquei en-can-ta-da! Apesar das cenas de nudez, pretendo levar para os meus alunos qualquer dia. Chorei em muitos momentos! Cada um mais lindo e intenso que o outro! E acabei me empolgando e criando algumas questões sobre ele. Espero que gostem! 

01) Qual foi a importância de Hanna na vida de Michael e dele na vida dela, assim que se conheceram?

02) Em que momento começou a despertar o interesse dela nele? E o dele nela? Comente: 

03) Por que ela preferia que ele lesse para ela? Isso ainda predominava depois que ela finalmente aprendeu a ler? Comente:

04) Comprove, citando partes do filme, que ela, de fato, não sabia ler: 

05) Como e quando, afinal de contas, ela aprendeu a ler? 

06) Apesar da grande diferença de idade entre os protagonistas, você acha que isso seria um obstáculo para continuarem juntos? Justifique sua resposta, mencionando alguns momentos do filme:

07) Qual a importância da menina Sofia para mudar o rumo da história entre Michael e Hanna? Explique: 

08) Por que houve um momento de tensão entre os dois no dia do aniversário de Michael e da promoção dela no serviço? O que isso revelou? 

09) Por que, afinal de contas, Hanna resolveu sair da vida de Michael? Você concorda com isso? O que teria feito no lugar dela? E no lugar dele?

10) Por que Hanna não assumia que não sabia ler nem escrever? O que você pensa a respeito disso? 

11) Por que Hanna caprichou tanto ao dar banho em Michael no dia do aniversário dele? 

12) Que presente Michael resolveu dar à Hanna na cadeia? Que efeito isso causou nela? E nele?

13) Por que Michael nunca se abriu com ninguém e ficava distante, inclusive de sua filha Julia? Você acha que ele tinha motivos para isso? 

14) O que foi a "Marcha da Morte"? Já ouviu falar sobre isso? Como Hanna escolhia, ao contrário das demais guardas, as vítimas? O que ela pedia às prisioneiras? O que isso revela? 

15) Por que Hanna resolveu assumir uma culpa que não era dela? Você acha que ela foi, na verdade, culpada ou inocente? Comente:

16) No lugar de Michael, você falaria a favor de Hanna no tribunal, na época do julgamento? Por quê? Por que, afinal, ele não o fizera? Você achou essa atitude correta?

17) Por que você acha que Hanna preferiu se suicidar e justo quando sairia da prisão, depois de cumprir sua pena? 

18) Qual a importância da obra "A dama do cachorrinho" para a história?

19) Justifique o título do filme, aproveitando para dar um outro: 

20) O que poderia ter acontecido se Hanna não tivesse se matado? Eles ficariam juntos, na sua opinião? Justifique sua resposta:

21) Você acha que o analfabetismo é algo assim tão vergonhoso quanto Hanna via? Comente:

22) Por que a sobrevivente não quis o dinheiro que Hanna deixou e apenas a latinha que o continha? O que isso significa?

23) Qual a intenção de Hanna ao enviar esse "presente" após a sua morte? Ela conseguiu o que queria, na sua opinião? 

24) Posicione-se sobre essa afirmação da Hanna: "Não importa o que e pense ou o que eu sinta. Os mortos estão mortos": 

25) O que a morte de Hanna significou para o Michael e para a sua relação com sua filha? O que isso revela? 

26) Que mensagem o filme lhe transmitiu, como um todo? 

sábado, 16 de junho de 2018

Jogo das três palavras



Ontem utilizei com as minhas turmas, pela primeira vez, esse joguinho "Diga tudo com três palavras", do Paulo Tadeu, que já comprei faz um tempo pela internet! E foi muito proveitoso! Como nos divertimos! Quantas risadas! Quanta animação! E em plena sexta-feira chuvosa... 

Então quem foi mesmo que disse que não dá pra reforçar a criatividade, o poder de síntese e o improviso ao lidar com situações hipotéticas através do lúdico e do bom-humor, hein?!? Isso é possível sim e recomendo muuuuuito o uso desse recurso, principalmente para turmas bem desanimadas, apáticas, descompromissadas! É uma ótima forma de "fisgá-las"!

Você pode jogar de várias maneiras, mas eu optei por fazer as 50 perguntas oralmente, de uma a uma, e cada aluno ia respondendo no próprio caderno, sem muito tempo para pensar. Quando fizemos a última pergunta, eu voltei a ler cada uma delas e eles iam respondendo o que haviam colocado, na ordem. Pelo menos cinco alunos tinham que explicitar a sua resposta, quando achavam mais criativa e tal! A turma escolhia a melhor resposta e o autor dela ia ganhando um pontinho! Quem acumulou mais respostas interessantes ganhou um ponto na média, como prêmio, sendo que o maior e melhor prêmio, na verdade, foi poder contar com a animação de todos! Show de bola! Experimentem!

Algumas das perguntinhas: "Você perdeu tudo que tinha na vida e foi morar embaixo da ponte. O que você diz?", "Você pediu um presente para o Papai Noel, mas ele trouxe um que não tem nada a ver. Quais são suas palavras para ele?", "Como você pediria um abraço?", "É a primeira vez que você vai a casa de alguém e a descarga quebra enquanto você está no banheiro. O que você diz ao dono da casa?", "Seu vizinho deixou o cachorro com você enquanto saía de férias, mas o animal morreu por um descuido seu. Como explicar isso?" e muitas outras!

E para quem está me perguntando onde comprar, aqui está uma possibilidade: SARAIVA! Vale super a pena o pequeno investimento, viu!!! Garanto!!! 

quarta-feira, 6 de junho de 2018

Atividade sobre "É menina", de Gregório Duvivier


É menina, que coisa mais fofa, parece com o pai, parece com a mãe, parece um joelho, upa, upa, não chora, isso é choro de fome, isso é choro de sono, isso é choro de chata, choro de menina, igualzinha à mãe, achou, sumiu, achou, não faz pirraça, coitada, tem que deixar chorar, vocês fazem tudo o que ela quer, isso vai crescer mimada, eu queria essa vida pra mim, dormir e mamar, aproveita enquanto ela ainda não engatinha, isso daí quando começa a andar é um inferno, daqui a pouco começa a falar, daí não para mais, ela precisa é de um irmão, foi só falar, olha só quem vai ganhar um irmãozinho, tomara que seja menino pra formar um casal, ela tá até mais quieta depois que ele nasceu, parece que ela cuida dele, esses dois vão ser inseparáveis, ela deve morrer de ciúmes, ele já nasceu falante, menino é outra coisa, desde que ele nasceu parece que ela cresceu, já tá uma menina, quando é que vai pra creche, ela não larga dessa boneca por nada, já podia ser mãe, já sabe escrever o nomezinho, quantos dedos têm aqui, qual é a sua princesa da Disney preferida, quem você prefere, o papai ou a mamãe, quem é o seu namoradinho, quem é o seu príncipe da Disney preferido, já se maquia dessa idade, é apaixonada pelo pai, cadê o Ken, daqui a pouco vira mocinha, eu te peguei no colo, só falta ficar mais alta que eu, finalmente largou a boneca, já tava na hora, agora deve tá pensando besteira, soube que virou mocinha, ganhou corpo, tenho uma dieta boa pra você, a dieta do ovo, a dieta do tipo sanguíneo, a dieta da água gelada, essa barriga só resolve com cinta, que corpão, essa menina é um perigo, vai ter que voltar antes de meia-noite, o seu irmão é diferente, menino é outra coisa, vai pela sombra, não sorri pro porteiro, não sorri pro pedreiro, quem é esse menino, se o seu pai descobrir, ele te mata, esse menino é filho de quem, cuidado que homem não presta, não pode dar confiança, não vai pra casa dele, homem gosta é de mulher difícil, tem que se dar valor, homem é tudo igual, segura esse homem, não fuxica, não mexe nas coisas dele, tem coisa que é melhor a gente não saber, não pergunta demais que ele te abandona, o que os olhos não veem o coração não sente, quando é que vão casar, ele tá te enrolando, morar junto é casar, quando é que vão ter filho, ele tá te enrolando, barriga pontuda deve ser menina, é menina.
(Gregório Duvivier)


01) Contrariando todos os manuais de redação, o texto acima é composto por um único (e enorme) parágrafo. Qual o efeito de sentido produzido por essa escolha?

02) Há no texto palavras que indicam o registro oral, característico das conversas do dia a dia. Transcreva alguns exemplos:

03) Como toda crônica, o texto reflete sobre um olhar do escritor a respeito de fatos do dia a dia. O que chamou a atenção do autor e qual parece ser a visão dele sobre o assunto? Comente:

04) No trecho “homem gosta é de mulher difícil, tem que se dar  valor”, o que significa a expressão destacada nesse contexto? Você concorda com tal afirmação? Explique:

05) Explique a tirinha abaixo e a associe, de alguma forma, ao texto lido:
  


06) O texto é composto por muitos “pitacos”. O que isso significa? Você é uma pessoa influenciável pela opinião dos outros? Gosta de dar opiniões sobre a vida alheia?  Comente:

07) Identifique, no próprio texto, os trechos que revelam mudanças de idade da menina, ou seja, suas várias fases, como infância, adolescência, fase adulta:

08) Copie do texto passagens que podem ser consideradas machistas, dizendo qual a intenção do autor ao acrescentá-las ao texto:

09) Segundo o texto, quais as principais diferenças entre homem e mulher, na sociedade? O que você pensa a respeito desses estereótipos? Explique:

10) Transcreva do texto uma passagem que comprove como os padrões de beleza exigidos pela sociedade afeta a vida das meninas:

11) Qual o provável objetivo do autor ao recorrer a  um ciclo vicioso, ou seja, ao terminar o texto exatamente da mesma forma como ele foi começado? Justifique sua resposta:

12) Por que o ponto final só aparece no final do único parágrafo existente no texto e todas as frases aparecem separadas apenas por vírgulas?

13) Que outro título você daria ao texto? Por quê?

14) Que mensagem o texto lhe transmitiu? Comente:

15) Que tal você tentar reescrever o texto de forma a pontuá-lo de forma tradicional, conforme manda a gramática? Depois compare ambos os textos (o original e a reescritura), fazendo uma pequena análise do que foi mantido e do que se perdeu:

16) Ao seu ver, qual dos dois textos foi mais expressivo? Por quê?

17) Se o texto fosse referente a um menino, por exemplo, como seriam as colocações? Reescreva-o, alterando-o para “É menino”, fazendo as devidas alterações:

  (Parceiras: Sandra Vitezi, Christiane Sheyla, Sandra Curvelo, Else, Maria Aparecida e Zizi)

sábado, 21 de abril de 2018

Charge sobre Zuckerberg e o Facebook



01) Você sabe quem é Mark Zuckerberg? Se não, pesquise um pouco sobre ele para entender melhor a charge:

02) Por que e para quem ele estaria "palestrando"?

03) Observe cada emoticon presente nas placas e explique a reação de cada pessoa envolvida. Por exemplo: quem poderia ter ficado bravo com o Zuckerberg? Quem poderia ter curtido? E reprovado? E amado? E ficado surpreso? Explique da melhor maneira possível, não se esquecendo de dizer as razões de cada um (ou grupo): 

04) Você costuma utilizar muito esses emoticons? Onde?

05) Você acha que os emoticons podem substituir as palavras? Defenda o seu ponto de vista:

06) No caso do Zuckerberg, que plaquinha VOCÊ usaria? Por quê?

07) Que mensagem a charge lhe transmitiu? Comente:

08) Qual o objetivo da charge? Ela cumpriu com esse objetivo? Justifique sua resposta:

quinta-feira, 12 de abril de 2018

Trabalhando com Manchetes...



01) Dois jornais. Duas manchetes. Mesmo fato. Que fato é esse?

02) Qual a principal diferença entre uma manchete e outra? Por que isso acontece?

03) O que cada imagem representa? Explique:

04) Qual imagem foi mais expressiva? Comente:

05) Qual das duas manchetes atraiu mais a sua atenção? Por quê?

06) A que conclusão você chegou depois de analisar ambas as capas? Explique:

07) Elabore UM parágrafo dissertativo-argumentativo sobre "O Poder da Mídia":